Famosos Notícias

Valesca Popozuda é criticada na internet por defender maquiador fã de Bolsonaro e responde Pedro HMC, entenda o caso!

Valesca e Agustin (Reprodução/Internet)

Neste momento a hashtag #RIPValesca está nos Trending Topics do Twitter, calma Valesca está bem, o RIP é uma metáfora para dizer que não consideram mais ela ou algo do tipo. A comunidade LGBT e apoiadores da causa estão insatisfeitos com Valesca, por ela ser considerada uma artista de público LGBT e agora ter dado apoio para Agustin Fernandez, maquiador que disse que não existe diferença entre um LGBT morrer espancado na rua e um LGBT morrer drogado em uma boate e que apoia Jair Bolsonaro.

Entenda melhor o caso

Tudo começou quando na última segunda-feira (11), quando Valesca compartilhou, em seus stories no Instagram, vídeos com o maquiador Agustin Fernandez. Depois disso ela começou a receber críticas de alguns LGBTs e então ela decidiu se pronunciar defendendo o amigo:  “Olha só, quero falar uma coisa pra vocês. Meus fãs, que já tô vendo aqui no direct me chamando. Antes de tudo, eu respeito muito vocês. Eu nunca fui de ficar por aí julgando ninguém nem criticando. Eu aceito a opinião e decisão de todo mundo“, disse ela.

Quero dizer pra vocês que o Agustin é meu amigo de anos, antes de tudo. O que ele fala e quiser falar é problema dele. A vida é dele, gente. Então não sou eu que vou criticar, até porque ele é meu amigo. É meu amigo antes de tudo, tá? Então quero que vocês respeitem ele, e me respeitem, principalmente. E eu te amo [falando para Agustin], e você pode contar comigo sempre. Como vocês também, tá bom?“, finalizou a artista.

Depois disso alguns LGBTs ficaram muito chateados com ela por ela apoiar Agustin, que é uma pessoa mal vista na comidade LGBT por seus posicionamentos polêmicos. Então, foi aí que subiram a hashtag #RipValesca.

O influenciador Pedro HMC escreveu uma mensagem destinada da Valesca no Twitter: “Sinto @ValescaOficial, mas Agustin n é seu amigo e isso ficou provado agora com essa exposição e passada de pano desnecessárias. Ele só quis ganhar mais mídia e sabe q vai ferrar sua carreira junto (a n ser q Bolsominions topem cantar “Agora eu sou piranha e ng vai me segurar!”)“.

Valesca respondeu Pedro: “Vcs estão no direito de vcs de protestarem ou não aceitarem nada de ninguém! Mais que fique só uma coisa muito clara! Eu jamais virei, viraria ou vou virar as costas pra classe Gay! Até Pq antes de qualquer coisa laaaaaaa atrás na época que ninguém levantava bandeira eu levantei.”.

Pedro rebateu: “Fato, vc sempre foi a favor e levantou a bandeira! Mas acaba jogando no lixo essa bandeira quando defende gente q é super apoiador de quem diz por aí que “filho gay é falta de porrada”, que “sangue de gay não presta” ou que “se ver 2 gays na rua vai bater”. É incoerente.”

Curta nossa página e siga-nos no Instagram @breaktudoreal e no Twitter @breaktudo