Connect with us

Música

Reforçando o empoderamento feminino e o amor próprio, Mica Condé lança “Perdeu”

Publicado

on

Mica Condé (Foto: Reprodução/Divulgação)

Para reforçar seu posicionamento empoderado, presente na vida pessoal e também profissional, Mica Condé lançou nesta sexta-feira (10) o single “Perdeu”, em todas as plataformas digitais. A nova música de trabalho promete caminhar ao lado da força feminina, liberdade sexual, de expressão, descobertas e autoconfiança e, conta também com um clipe no canal do YouTube da artista.

Assista:

Após uma pausa na carreira de 6 meses, a artista aproveitou para fazer uma reflexão profunda sobre sua vida. Com assuntos importantes para ela, Mica Condé enfatiza a necessidade do autoconhecimento e de olhar para si mesmo com empatia. “A música traz uma mensagem de liberdade e de autoamor. “Perdeu” é resultado de um olhar pra dentro que eu tive durante esses últimos 6 meses que eu dei uma pausa. Fiz questão de buscar a minha essência, e trazer algo que fizesse sentido pra mim. A galera da Hitmaker recebeu um direcionamento bem amarrado porque eu já tinha tudo definido, os lemas eram independência, liberdade e auto amor”, explica.

O clipe conta uma história de amizade entre cinco garotas que se unem para ajudar uma delas, que não está se sentindo bem com o próprio corpo, indo muito além dos clichês onde a garota fica mal por conta de um relacionamento. “Esse é o grande diferencial do clipe, a gente quis tirar um pouco desse estigma de que a mulher está sempre mal por causa de um homem, quando na verdade, muitas vezes a mulher não se reconhece e não se encontra e começa a buscar subterfúgios em uma relação onde não tem apoio, onde é menosprezada, onde não é valorizada e aí vira uma bola de neve”

, conta a cantora.

Protagonizado pelas cantoras Calena (@calenaoficial_), Manola (@eusoumanola), Duda (@duda), Tállia (@eutallia_) e pela própria Mica Condé, a escolha não foi por acaso e sim para mostrar o poder feminino que vem desde o início da divulgação de seu novo single, quando apresentou o projeto “Quando me vi, me amei” no YouTube. “Acho que trazer outras cantoras para participar do clipe é muito importante. Vai conscientizando mais pessoas. E vai unindo também artistas e mulheres em prol de uma apoiar a outra, porque isso é muito difícil hoje em dia. Então acho que faz todo sentido com tudo que a gente está fazendo nesse lançamento”, completa.

Em cinco anos de carreira musical, a artista carioca sempre buscou incorporar em seus trabalhos temas como liberdade e feminismo com alusões ao cotidiano, além é claro de mostrar um pouco de sua essência e vivência como mulher. Agora em uma nova fase de sua carreira, Mica quer investir nos gêneros pop e R&B, tendo como referências Luísa Sonza, Iza, Clau e Vitão. O público pode esperar muita versatilidade em seus próximos trabalhos.

Se Liga!  Ainda não nos segue no Instagram? Corre lá, nosso @ é @breaktudosite, voce pode nos seguir também no Twitter @breaktudo e no Facebook BreakTudo, aguardamos você lá.

Advertisement
Clique para comentar