Connect with us

K-Hip Hop e K-R&B

ENTREVISTA: Q the trumpet fala sobre processo de criação do seu novo álbum [Every complicated night]

Publicado

on

Reprodução/Divulgação

O instrumental da música coreana ganha destaque com Q the Trumpet, artista que está explorando e conduzindo histórias marcantes que não necessitam todas de letras, mostrando que sua criação com melodias são tão importantes quanto as letras da música, para compor um trabalho incrível, conceitual e com qualidade.

Juntando os os sons melódicos do hip hop moderno e sons eletrônicos suaves, Q está conseguindo conquistar um espaço no cenário da música, também como DJ, mostrando que sua história pode atravessar o oceano e ser contada através de lindas melodias, principalmente com o trompete sendo o instrumento em destaque.

Q é o vencedor da Vans Competition ‘Musicians Wanted 2021ʼ da Ásia-Pacífico. Ele colaborou e participou de muitas músicas e gêneros diferentes, tais como Jazz, hip-hop moderno, música eletrônica e outros estilos que se encaixam perfeitamente com o seu conceito. 

Finalmente, ele pôde lançar seu segundo álbum no dia 28 de agosto, intitulado [Every complicated night], e você pode conferir as novas faixas abaixo, assim como o perfil oficial do artista, que carrega outras melodias que podem ser encontradas em seu perfil. 

Em conversa ao BreakTudo, Q the Trumpet pode falar um pouco mais sobre sua carreira e sobre seus novos projetos. 

Primeiramente, perguntamos ao artista como foi o primeiro contato com o trompete e quando ele decidiu que gostaria de trabalhar com música. Em resposta, Q respondeu que a primeira vez que ele se envolveu com o trompete foi quando ele entrou para a Orquestra do Vento, no ensino médio. Depois de se formar em outra matéria na faculdade, descobriu que não me encaixava e eventualmente voltou para Jazz e Trompete.

Falamos sobre ele ter impressionado os juízes durante a apresentação no Vans Musicians Wanted, então, qual foi a maior diferença que ele notou desde aquela performance, até os dias atuais em termos de música?

Agradeço pelo seu complemento. Mas ainda assim, eu não acho que eu sou alguém com grande talento, no entanto, eu estou tão feliz que minha própria música foi reconhecida de verdade. E também estou feliz que quem reconheceu minha música seja Vans. Sempre gostei da imagem de Vans como liberdade. Parece realmente um reconhecimento. Além disso, sinto que encontrei justificativa para ter orgulho da minha música e ter certeza de tocar música de maio”.

Afirmamos ao artista que ele tem ótimas músicas e que entre elas, podemos destacar um de seus trabalhos mais recentes, ʽKEY BOARDʼ. Gostaríamos de saber como foi o período de criação desse trabalho e se era algo que estava pronto e ele queria lançá-lo, ou era uma nova criação. Q revelou que o pianista Lee Ha-rim o ajudou muito em ʽKEY BOARDʼ.

Enquanto bebia com meus amigos, de repente pedi para ela tocar, o que ela aceitou voluntariamente, então ela tocou imediatamente no estúdio, e felizmente, eu gravei e fiz uma batida baseada nessa performance. “Jon’s Second Life” no Mix Master também produziu o som que eu tinha em mente”.

Como sabemos, na Coreia do Sul, há muitos artistas que trabalham nos mesmos gêneros musicais que ele. Questionamos se há alguém com quem você nunca trabalhou, mas gostaria de colaborar algum dia. Q respondeu que há grandes músicos e gostaria de colaborar com todos eles. 

Na verdade, conheci Crush recentemente por acaso. Eu era um grande fã, e eu sempre quis colaborar com ele. E eu também quero colaborar com Kadeho”.

Como citamos anteriormente, Q já explorou diversos gêneros musicais, então perguntamos se há alguma que ele nunca explorou mas gostaria de tentar no futuro. Em resposta, ele revelou que gostaria de experimentar Funk de uma maneira mais legal. Música como Cory Henry ou Louis Cole.

Sobre seu novo álbum que foi lançado no último domingo (28), Q nos contou mais sobre o processo de criação. 

São músicas pré-lançadas de outro álbum que será lançado em novembro. Estou sempre trabalhando duro para aliviar emoções sem letras, então eu espero que você ouça com isso em mente. É uma emoção muito complicada, então se você ouvi-la profundamente, você pode dar um sentimento profundo, e se você ouvir levemente, você pode dar um coração leve”.

No final, revelamos que muitas pessoas do Brasil poderão conhecer mais sobre ele, então, o que ele gostaria de revelar sobre quem é o Q de 2022?

O Q em 2022 é uma pessoa que vive com muitos pensamentos. Eu tenho muito interesse nisso e aqui. Acho que a maioria das pessoas sentiria o mesmo. Todos vivem com suas próprias circunstâncias, o que é muito reconfortante para mim”.

Q deixou uma mensagem para você que acompanhou esta entrevista!

Olá a todos os leitores do BreakTudo, fico muito feliz em ter essa oportunidade de me apresentar a muito mais público através do BreakTudo. Eu realmente aprecio toda a sua atenção para mim e minha música, e eu sempre vou tentar o meu melhor para entregar boa música e bons sentimentos. Amo todos os meus fãs”.

Advertisement
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *