Connect with us

UpdateChart

Professor de matemática faz sucesso com aulas no PornHub

Publicado

on

Imagem: Reprodução/Youtube

Shu-Wei Chang é um professor taiwanês de matemática que dá aulas em cursinhos preparatórios para vestibulares. Com o estímulo ao Ensino Superior e a competitividade educacional em Taiwan, esse se tornou um mercado milionário no país e Chang tinha sua própria escola. No entanto, em 2020, seus funcionários o deixaram na mão e abriram o próprio negócio, roubando parte da clientela do ex-patrão e o deixando em maus bocados.

Sozinho, Chang estava prestes a falir, com uma dívida de aproximadamente R$ 200 mil, resultante das despesas e de um empréstimo feito para tentar financiar o negócio. Procurando alternativas para reverter a situação, o professor teve a brilhante ideia de produzir conteúdo para a internet. Mas não para qualquer rede: Chang pensou estrategicamente no site de vídeos adultos PornHub, tendo em vista o grande número de visitas diárias que recebe (cerca de 120 milhões por dia).

O conteúdo postado por Shu-Wei no site não tem nada a ver com os demais vídeos presentes, mas era exatamente essa a sua estratégia. O professor pensava que poderia ter um bom alcance por conta do contraste que suas aulas fariam e, assim, poderia conquistar um novo público, aumentando sua clientela. “Quis me diferenciar dos outros professores e mostrar para o mundo como a matemática é bonita”, disse em entrevista à Folha.

A ideia deu muito certo: os vídeos de Chang resolvendo e explicando equações matemáticas no PornHub já alcançaram quase 2 milhões de visualizações. O sucesso foi tanto que a equipe do site entrou em contato com o professor para lhe enviar alguns presentes. Mas o caminho até aqui não foi fácil, o docente afirmou que chegava a fazer maratonas de 10 horas ao vivo resolvendo cálculos. “O canal tinha acabado de começar e a gente precisava criar a nossa marca rapidamente”, explica.

O público foi receptivo ao conteúdo inesperado no site. “[…] em geral deixam comentários positivos – apesar de uma minoria odiar meus vídeos porque eu interrompo o desejo de quem quer ver pornografia”, afirma o professor.

O taiwanês não se limitou ao PornHub e expandiu seu conteúdo para o famoso Onlyfans, YouTube, Instagram, Twitter e para sites chineses e taiwaneses. E assim, com uma solução empreendedora e um tanto inusitada, conseguiu salvar e crescer seu negócio.

Imagem: Reprodução/Youtube

Se Liga!  Ainda não nos segue no Instagram? Corre lá, nosso @ é @breaktudosite, voce pode nos seguir também no Twitter @breaktudo e no Facebook BreakTudo, aguardamos você lá.

Advertisement
Clique para comentar