Música Notícias

Pride Month: Jackson Krecioch e Dylan Geick conta como saíram do armário e como se conheceram

Dylan e Jackson (Reprodução/Internet)

Jackson Krecioch e Dylan Geick estão namorando há mais de um ano e eles moram juntos em Nova York, na internet eles tem muitos fãs clubes como shipp Jylan (junção de Jackson com Dylan), eles tem milhões de seguidores na internet e neste mês deram uma entrevista exclusiva para o site CelebMix falando como foi que se conheceram e sobre o mês do orgulho gay.

A entrevista revela bastante sobre os dois, Dylan Geick era um lutador na colégio ele venceu campeonatos, depois que ele se revelou gay chamou bastante atenção da mídia e saiu em vários sites importantes dos EUA, ele estuda na universidade Columbia, uma das melhores do mundo, tem vários amigos héteros, que não deixaram de ser amigos dele depois que ele revelou gostar de homens.

Já Jackson saiu do armário para a sua família aos 17 anos de idade (hoje ele tem 20 anos), ele conta que morava em uma cidade pequena com a família e sua mãe perguntou se ele era gay e ele disse que sim, crescendo nas redes sociais ele conta que voltou para o armário e em outubro de 2016 ele fez um vídeo em seu canal no YouTube saindo do armário definitivamente com 18 anos de idade, depois disso ele namorou com Aaron Fuller, também popular nas mídias sociais, mas o namoro terminou no começo de 2017.

Dylan conta que ele estava em uma mesa na escola (ensino médio) e ele contou para os amigos, no outro dia toda a escola já sabia que ele era gay, uma semana depois ele contou para a mãe. Ele contou na entrevista também que depois que saiu do armário recebeu mensagens de outros atletas falando que estavam no armário, então ele viu que não era o único a viver assim.

Sobre o mês do orgulho

“Para mim, obviamente é orgulho; ter orgulho de quem você é e de ser você, seja quem for, transgênero, bissexual, gay, qualquer coisa assim. Eu acho que é muito importante ter isso porque algumas pessoas não se sentem orgulhosas de serem assim, porque mesmo que todo mundo seja bem aceito, ainda há muitas pessoas presas no passado e que são muito homofóbicas, e qualquer coisa que elas não sejam fóbicas . Então, acho que é muito importante e significa muito para mim. ”, disse Krecioch.

“Acho que o mês do orgulho é uma época para eu ver o quão longe nós chegamos, mas também lembrar que ainda há muitos problemas acontecendo”, disse Dylan.

Como se conheceram

Jackson conta com que eles se conheceram através de um amigo, mas não sabe como eles não se conheceram antes, pois moravam muito perto um do outro. “No primeiro ano, ele foi para uma escola militar que fica literalmente na minha cidade e eu costumava mandar mensagens para as crianças que iam lá. Foi muito estranho que não nos encontrássemos antes.”, disse.

“Então meu amigo, que morava em Chicago, dizia: ‘Ei, tem esse cara gay e ele é muito atraente.’ E eu mandei uma mensagem para ele e ele me ignorou completamente e não queria nada comigo,  e depois seis ou sete meses depois ele disse, ‘Ei, venha para Los Angeles, vamos sair’ e eu fiquei tipo ‘O quê? Agora você quer sair? ‘Foi super aleatório, fora do nada e depois nos encontramos e literalmente a partir daquele momento vivemos um com o outro. Eu acho que para nós dois foi realmente inesperado, mas foi legal. ”, disse Jackson.

Neste último domingo Jackson começou a turnê Love is Love junto com outros influenciadores LGBTs.

 

 

 

Curta nossa página e siga-nos no Instagram @breaktudoreal e no Twitter @breaktudo

Sobre o autor

Redação

Escrito pela equipe do BreakTudo. Siga o site nas redes sociais, Instagram @breaktureal Twitter /Facebook @breaktudo