Connect with us

Música

O multiverso é aqui! Fãs vão a loucura com as semelhanças entre Demi Lovato e Day Limns

Publicado

on

De uma comparação física a sonoridade e letras profundas, as cantoras carregam semelhanças nas feridas e em posicionamentos

Demi e Day (Reprodução/YouTube)

Não é de hoje que a musa do POP Punk brasileiro, Day Limns, é comparada a Demi Lovato. Desde suas audições no The Voice, a cantora foi apontada por ter uma semelhança física com a artista americana, esta que, agora, parece pequena diante de tantos pontos em comum. De relatos de suas vivências amorosas e religiosas até convergência na sonoridade, as semelhanças fazem com que os fãs apontem que no Metaverso, Day e Demi podem até ser a mesma pessoa, de acordo com os fãs das cantoras.

Mas como as comparações além do físico começaram?

Entre 2018 e 2018, Day vinha apresentando um som mais voltado ao POP, mas, em 2020, lançou seu segundo EP, “A Culpa é do meu Signo”, voltado ao POP emo e punk, abordando o medo de envelhecer, de não estar onde deveria, além de trazer temas como sua sexualidade e Deus.

Ano passado, a artista misturou todas suas influências do pop, trap, rap, punk, punk rock, rock, emocore, e deu vida ao seu primeiro álbum, “Bem-vindo ao Clube”. “É sobre uma jovem sonhadora que é testada pela realidade ao seu redor e pelas suas autossabotagem. É sobre se frustrar, mas também sobre se manter em pé”, é assim que a própria Day apresenta o projeto que fala sobre seu passado religioso, desilusões amorosas, os altos e baixos da vida. Todas as 12 faixas trazem histórias vividas pela cantora antes e depois de se assumir LGBT, além dos novos sentimentos trazidos pela pandemia, sonhos e frustrações.

As novas sonoridades também traduzem esses sentimentos controversos presentes nas canções. Com referências do POP, POP Punk, Punk Rock, Rock, Emocore, Trap e Rap, o álbum cria quase que um estilo musical próprio, se aproximando do que pode ser chamado de “POP Emo”. Além do álbum, Day ainda lançou seu primeiro livro: “Esta não é Apenas uma Carta de Amor”, com pequenos contos que fazem analogias à bíblia, sua sexualidade e Deus.

Já Demi Lovato abraçou as origens do pop punk, desbravando o rock. E, pasmem, em “Holly Fuck”, a americana aborda questões traumáticas sobre a religião, relacionamentos abusivos e empoderamento.

E, como tudo começou pela comparação estética, podemos dizer que as letras e sonoridades estão refletindo na aparência das duas, o que as aproximou ainda mais: cabelos negros, um pouco mais curtos, maquiagem preta e mais pesada e, para quem teve a chance de assistir as duas no palco sabe que atitude de rockstar, elas têm de sobra!

Para finalizar as comparações, acreditem ou não, os sonhos das duas é fazer uma colaboração com Paramore, podia rolar esse feat junto não é mesmo?

Vale ressaltar que Day é fã da Demi desde 2009, além de ter feito parte do do fandom durante anos, chegando até mesmo a escrever uma música para a musa americana. Graças a Demi, Day passou a assistir ao The X Factor e conheceu o Fifth Harmony, tornando-se fã e se inspirando a começar a postar cover no canal. Ou seja, poderíamos não ter Day se não tivéssemos Demi.

Todas essas comparações estão sendo levantadas pelos fãs das cantoras em uma thread no twitter, vale conferir

Advertisement
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *