Connect with us

Gerais

Médicos contam que T.O.P do grupo BIGBANG precisará de acompanhamento psiquiátrico

Published

on

T.O.P (Reprodução/Internet)

Na última terça-feira (06/06), os fãs do cantor T.O.P fizeram uma corrente de oração por ele, isso porque ele foi encontrado desacordado em Seul, na Coreia do Sul, devido a ele ter ingerido altas doses de tranquilizante. O hospital da Ewha Womans University fez uma coletiva de impressa nesta quarta-feira (7) para informar sobre o estado de saúde do cantor da banda BIGBANG .

Como informa do fã-clube @BigBangBrazil no Twitter, Kim Han Soo, chefe de relações públicas do hospital, disse: “ele (T.O.P) chegou ao hospital em 6 de junho de 2017, às 12:34 (horário da Coreia). Com ele vieram mais três pessoas, uma segurando a parte superior de seu corpo e outras duas a parte inferior”.

“Nossos médicos técnicos de emergência o examinaram e descobriram que o paciente estava entre um estado de sono profundo e semiconsciência, com pupilas contraídas e diminuição da reflexão da córnea, mostrando apenas uma reação a estímulos muitos fortes”

Depois de realizar um teste de urina, concluímos que o paciente sofreu uma insuficiência respiratória devido a uma sobredosagem de tranquilizantes prescritos. Tomamos a decisão de tratá-lo na unidade de terapia intensiva, pois sua condição levou a uma alta ocorrência de apneia (suspensão momentânea da respiração), o que pode exigir intubação, se necessário”, revelou um dos médicos. Ao contrário do que muitos veículos diziam, T.O.P ainda não acordou completamente. “Conseguimos controlar seus níveis de dióxido de carbono, mas ele ainda está em estado de letargia (profunda e prolongada inconsciência)”, declarou o hospital.

Ainda de acordo com as informações, T.O.P precisará será encaminhado ao departamento de psiquiatria, ele precisará cuidar da parte mental, assim que apresentar melhoras.

Veja abaixo o tweet do BigBangBrazil:

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *