Luca Moreira

Luca Moreira entrevista Stefany Vaz a respeito de sua personagem em “Carrossel”

Hoje com 13 anos de idade, a atriz mirim Stefany Vaz mostra que realmente mudou quase por completo desde que interpretava Carmem Carrrilho na franquia da novela “Carrossel” no SBT em 2012.  Desde pequena, Vaz já se empolgava ao ver o próprio canal, assistindo ao programa do Raul Gil que sempre adorou ver.  Super descolada e divertida, Stefany contou um pouco de suas aventuras como atriz e um pouco de como é sua vida.

Como foi quando você decidiu iniciar sua carreira artística aos 4 anos? Bom, eu assistia aos programas na TV, e me empolgava com o Raul Gil. Sempre adorei tudo isso, pegava as roupas e sapatos da minha mãe, fazia cenas, colocava a mão no joelho e dançava aquela música da Ivete Sangalo “Poeira”, minha avó achava lindo (risos), daí eu falava queria entrar dentro da tv, falava “vou quebrar ela e entrar dentro, quero ir lá …”, imagina a inocência.

De tanto minha avó paterna falar com a minha mãe, ela me colocou em uma agência, mas até eu chegar no SBT foram muitas batalhas fiz comerciais, revistas, desfiles, um belo dia “quebrei a tv” e entrei, fui participar do programa do Raul Gil, ele ainda estava na Band, foram várias vezes, daí deslanchei participei de outros programas em outras emissoras até chegar no Carrossel.

Da época de Carrossel em 2012 quando interpretava a personagem Carmen Carrilho para o que você é agora. Você diria que ainda é a mesma pessoa ou muitas coisas mudaram em você? Tanto fisicamente quanto mentalmente, eu comecei Carrossel muito pequena, então digamos que eu evolui, na parte profissional principalmente, eu estava com sete anos, já tinha feito comercias, cantava nos programas, mas não estava atuando ainda, então foi um grande aprendizado para o início dá minha carreira, tivemos uma ótima direção e grandes profissionais. Aprendi bastante com eles…

Em maio de 2012, estreava a novela carrossel que teve duração de 310 capítulos e junto veio mais o seriado da patrulha salvadora e os dois filmes. Você diria que depois que a franquia acabou, deu uma aliviada na sua carga ou a vida continua indo muito puxada? Eu não diria puxada, diria que não é o mesmo ritmo que, antes continuo com meus trabalhos, faço shows, presença vip em lojas, aniversários, participo de workshops, convenções, tenho minha marca numa linha de cases para celular, sou patrocinada pela minha escola, estudo normal e inglês, então tenho que estar sempre em eventos com eles, também faço aulas de teatro e canto para me aperfeiçoar, e também tenho que gravar para meu canal no YouTube.

É muito difícil a rotina de ter que conciliar a escola com a sua agenda profissional? A vida mudou depois do trabalho de atriz? Não é difícil não, quando a gente faz o que gosta dá-se um jeito… sempre vem o apoio dá minha escola e professores ..Sim minha vida mudou sai do anonimato né, hoje às pessoas me reconhecem nas ruas tenho muitos fãs, tenho 1,4 no insta, 300 mil no Twitter e agradeço meus fãs pelo carinho que eles tem por mim.

Qual a cena mais difícil que você se lembra de ter gravado na novela? Foi uma cena onde eu tive que desmaiar e fingir muita dor …, mas tive um ótimo preparador, o Ariel Mosch.

Na novela, carmem passava por momentos muito complicados por causa da situação familiar da personagem. Essas cenas de tristeza eram difíceis de ter que passar a realidade para o público que estava assistindo? No início eu tinha um pouco de dificuldade, mas como eu disse tivemos uma preparação antes, passar uma realidade para quem está assistindo é um pouco complicado, e é aí que entra a arte dá interpretação.

Antes de gravar, você já havia procurado conhecer a antiga versão mexicana da novela, para inspirar o estilo da sua personagem? Então sim, logo que fomos aprovados eles deram a sinopse dos personagens, dei uma olhada no YouTube para pegar alguns trejeitos da Carmem, mas a minha Carmem foi um pouco diferente (risos).

Qual é o seu maior medo hoje na profissão? Bom assim, eu tenho 13 anos, hoje quero muito continuar o meu trabalho, não tenho medo. Quero ter talento e capacidade suficiente para seguir em frente com a minha carreira.

Como você se define hoje como pessoa? Uma pessoa determinada, feliz e muito perfeccionista.

Se você pudesse deixar qualquer mensagem para um fã seu agora, o que você falaria? Obrigada por me acompanhar, obrigada por fazerem parte de minha vida. Eu gostaria muito de poder abraçar todos vocês e espero um dia conseguir isso. Vocês são os melhores lindos de todos. Amo vocês.

Curta nossa página e siga-nos no Instagram @breaktudoreal e no Twitter @breaktudo

Sobre o autor

Bruno Cunha de Sousa