Connect with us

BBB 22

Jade Picon lidera índice de popularidade nas mídias digitais

Publicado

on

Ranking com a análise dos participantes do BBB, mostra quem mais se destaca na imprensa e nas redes sociais nos primeiros dias do reality

A Cortex, empresa de inteligência de dados, mensurou, durante oito dias, a popularidade digital dos participantes da edição de 2022 do Big Brother Brasil. Assim como faz para as áreas de comunicação e marketing das empresas clientes, com os dados obtidos e alinhados a uma camada de inteligência, a plataforma chegou a um ranking de popularidade nas mídias digitais. Jade Picon, uma das últimas a entrar na casa por ter testado positivo para a Covid-19, lidera o ranking com folga, sendo um dos destaques nos primeiros dias do reality. Já Eliezer, está em último lugar, se mostrando, por enquanto, pouco interessante ao público.

Desenvolvido pela Cortex, que oferece soluções para as áreas de comunicação e marketing das empresas, o estudo foi feito a partir do monitoramento das menções aos nomes dos participantes na imprensa, nas redes sociais de líderes de opinião e nas buscas no Google, além de analisar em paralelo o desempenho digital nas redes próprias de cada brother, usando o engajamento e o número de seguidores.

Top 3 participantes com melhor índice de popularidade na mídia Um grande destaque no ranking é a participante Linn da Quebrada, que tem colocado em pauta assuntos relevantes para a sociedade e gerado debates importantes, o que fez com que as menções e as buscas pelo seu nome aumentassem, sendo a segunda participante com maior índice de popularidade.

A Naiara Azevedo também tem ganhado relevância nos últimos dias, principalmente após ser indicada ao paredão e informar que desistiria do programa. O desequilíbrio gerado pelo anúncio da cantora foi um importante motor para gerar burburinhos, esquentando o clima e fazendo com que o programa ganhasse mais interesse do público.

É possível observar, no top 3 do ranking, as pessoas que mais geram entretenimento para o público, cada uma com seu viés. A Jade Picon, por ser uma participante que trouxe expectativa e curiosidade, gerando muito conteúdo voltado a sua posição social. Já a Naiara Azevedo, além de gerar muitos memes, tem polêmicas envolvendo seu nome até mesmo fora da casa e mexeu com os ânimos ao tentar desistir do reality. Enquanto isso, a Linn da Quebrada, com uma personalidade leve e carismática, se destaca por levantar debates relevantes para a sociedade, como transfobia e identidade de gênero.

“Por meio da análise obtida através da plataforma Cortex, pode-se observar que, quanto mais os participantes geram entretenimento para o público, maior fica seu índice de popularidade. Os dados colhidos mostram o quanto uma atitude de um participante mexe com todos os números ligados a ele, seja no engajamento, nas menções pelos veículos ou nos conteúdos produzidos pelos formadores de opinião”, explica Claudio Bruno, Innovation & Offering Evangelist Director na Cortex.

“Este é o mesmo feito que analisamos para as marcas clientes quando, por exemplo, há alguma manifestação ou posicionamento na imprensa sobre determinados assuntos que estão em alta devido ao agendamento temático. Ou seja, é possível mensurar e qualificar a popularidade e até mesmo a reputação de uma marca por meio destas análises, finaliza Claudio.

Estratégia do BBB do amor gera questionamentos Do lado do Camarote, Tiago Abravanel perde apenas para Brunna Gonçalves. No caso do primeiro, diferente do que se imaginava, o ator tem sido considerado um “inimigo do entretenimento”, ao tentar boicotar o jogo da discórdia e sugerir fazer o “Big Brother do Amor”. Já a segunda, não tem gerado muito interesse do público, por ter, até agora, aparecido pouco.

O mesmo acontece com os três últimos participantes do ranking, todos do grupo pipoca: Eliezer, que tentou seguir a mesma estratégia de jogo de Tiago Abravanel, Jessilane e Bárbara, que geram pouco entretenimento e contribuem para o clima morno do reality, tudo que o público não quer.

Confira o ranking completo:

Foto: Divulgação

Com inteligência artificial e machine learning, a plataforma da Cortex monitorou de 17 a 25 de janeiro, as menções aos nomes dos participantes da 22ª edição do Big Brother Brasil na imprensa, nas redes sociais de líderes de opinião e nas buscas no Google, além de analisar em paralelo o desempenho digital nas redes próprias de cada brother, usando o engajamento e o número de seguidores. Os dados obtidos foram analisados para se chegar ao índice de popularidade digital de cada participante, sendo a pontuação máxima 100 e a mínima 0.

Jornalista, repórter e redator de entretenimento, apaixonado por cultura pop, música, séries, filmes e tecnologia. Twitter: @LucasRafael | Instagram: @lucasrafaelsh | Contato: [email protected]