Connect with us

UpdateChart

Idosa é dada como morta, acorda em necrotério, e quando volta para o hospital diz que quer um namorado.

Publicado

on

Imagem: Reprodução/Google

Na cidade de Cidreira, no Rio Grande do Sul, Clotilde Rieck de 78 anos, teve seu óbito confirmado após passar por duas paradas cardíacas. Porém, o funcionário da funerária que estava preparando a idosa para o velório, percebeu um movimento.

“Quando ele descobriu o corpo para fazer a remoção dela, ela estava viva, com o braço erguido, o olho aberto e pedindo ajuda”, conta Bianca Schneider, sobrinha-neta de Clotilde.

Clotilde Rieck teve um mal estar no dia 30 de dezembro e foi encaminhada para o posto de saúde, no qual foi constatado um quadro de infecção urinária. Durante a manhã do dia 31, a idosa sofreu duas paradas cardíacas e, após a segunda parada, a médica e a equipe de enfermagem viram que a senhora não tinha sinais vitais e confirmaram óbito.Após a confirmação do óbito, a família foi informada e começaram a organizar o velório. A idosa foi levada para o necrotério e assim, o funcionário notou que ela estava viva.
No mesmo dia a idosa foi transferida para Porto Alegre e está internada no Hospital Santa Casa de Misericórdia. Clotilde está evoluindo bem e respirando normalmente, e até disse queria ir logo para casa e ia procurar um namorado.
A Prefeitura de Cidreira está investigando o ocorrido. Ademais, a médica que estava acompanhando o caso e que assinou o atestado de óbito foi afastada.

Fonte: R7

Coluna jornalística e de entretenimento! Escrevemos sobre cultura pop, música, séries, filmes e tudo o que rola no mundo dos artistas! Siga-nos no twitter: @updatecharts

Advertisement
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.