Cinema e TV Notícias

Hoje é o Dia Internacional contra a Homofobia e assunto vai parar nos Trending Topics do Twitter

Itaberli Lozano, jovem de 17 anos morto e queimado pela própria mãe por homofobia (Reprodução/Internet)

Nesta quinta-feira (17 de maio de 2018) é comemorado o “Dia Internacional contra a Homofobia” e a a palavra “Homofobia” chegou aos Trending Topics do Twitter no Brasil, na Espanha a hashtag #LGTBIfobia chegou ao topo dos Trending Topics, na Inglaterra a hashtag IDAHOBIT2018 chegou a segunda posição dos Trending Topics.

Em vários países do mundo termos relacionados a homofobia chegaram aos Trending Topics. A homofobia infelizmente ainda muito grande no mundo inteiro e ela tem um conceito muito amplo, ela ocorre quando há a discriminação de uma pessoa por ela ser LGBT.

A homofobia mata de várias formas 

Muitas pessoas pensam que homofobia é só quando alguém agride fisicamente ou mata alguém por ela ser LGBT, mas ela não é só isso. Muitos LGBTs acabam tirando a própria vida também por conta da homofobia que sofrem, essa homofobia as vezes se apresenta em forma piadas, xingamentos e exclusão, isso faz com que o LGBT viva um sofrimento psicológico e muitos acabam entrando em depressão.

As piadas e xingamentos nas escolas que muitas crianças e adolescentes que são gays, bissexuais ou lésbicas sofrem nas escolas dos coleguinhas, isso também é homofobia, pois faz com a criança ou adolescente LGBT sofra, se sinta mal. As vezes aquela pessoa que está praticando a homofobia com as piadas com o colega que é diferente dela, pode pensar que é só uma brincadeira, mas a verdade é que ela está ferindo alguém.

A homofobia parece ser cultural, é passada de geração para geração, país homofóbicos podem ensinar os filhos a também serem homofóbicos.

Agressões e Mortes

Nos Estados Unidos o FBI informou que 17,6% dos crimes de ódio relatados à polícia em 2008, basearam-se em vista a orientação sexual. 57,5% destes ataques foram contra homens gays. Em novembro de 2017, um pai matou o próprio filho de 14 anos de idade após descobrir que ele era gay, em dezembro aconteceu outro caso de grande repercussão nacional, um pai também matou o próprio filho de 16 anos de idade após descobrir que ele era gay, o caso aconteceu no Ceará. 

De acordo com informações do Jornal O Globo, foram mortas, em 2016, 343 pessoas lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transsexuais (LGBT) no Brasil, isto que significa que, aproximadamente a cada 25 horas, pelo menos uma pessoa com estas orientações sexuais é assassinada no país e além disso, muitos dos casos de mortes de LGBTs passa em branco, é registrado como um simples assassinato, ou seja, o número de LGBTI que morre por ano deve motivados pela homofobia pode ser muito maior.

Quando surgiu o Dia Internacional contra a Homofobia

A dia foi escolhida em 1990, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a palavra homossexualismo da Classificação Estatística Internacional (CID). A decisão reconheceu que a homossexualidade não pode ser considerada doença, por se tratar de traço da personalidade do indivíduo.

No Brasil as coisas demoraram um pouco mais e somente em 2010 que por meio de decreto presidencial, o Dia Nacional de Combate à Homofobia foi oficialmente instituído.

Curta nossa página e siga-nos no Instagram @breaktudoreal e no Twitter @breaktudo

Sobre o autor

Redação

Escrito pela equipe do BreakTudo. Siga o site nas redes sociais, Instagram @breaktureal Twitter /Facebook @breaktudo