HomeInternetFilosofo Henry Bugalho fala sobre polêmica Gustavo Scat: "não há nada de...

Filosofo Henry Bugalho fala sobre polêmica Gustavo Scat: “não há nada de horrorizante nesse caso”

Henry e Fernando (Foto: Reprodução/YouTube/Instagram)

Um dos assuntos mais comentados do dia na internet brasileira é o caso Gustavo Scat. A polêmica começou quando internautas descobriram que o ator Fernando Mais, que interpretou Zecão no live-action de “A Turma da Mônica”, tem um perfil chamado Gustavo Scat, que é dedicado a fetiches escatológicos ( pratica sexual que envolve fezes, urina e peidos).

O gosto de Fernando por fetiches escatológicos deixou internautas chocados, muitos começaram até jogar hate no ator. Mas o caso choca na verdade pelo tanto de gente incomodada com algo que não muda em nada na vida delas.

Henry Bugulho, que é filosofo e autor de livros, publicou um vídeo em seu canal no YouTube e fez reflexões sobre o caso de Gustavo Scat. Para Henry, “não há nada de horrorizante nesse caso”.

“Dentro os seres humanos, há uma variedade enorme de fetiches sexuais, há muitos interesses diferentes e esse é um deles, e nem sequer um dos piores, tem coisas bem piores e criminosas. No caso desse fetiche, da escatologia, não é um crime, e assim como em outros fetiches o limite sempre é o consenso, entre as partes, se concordam com isso, se divertem, tem tesão com isso, a questão é dessas pessoas, não é nossa, a gente não está naquele ambiente, a gente não precisa fazer aquilo, não precisa concordar”.

“Esse é um fetiche que existe, as pessoas praticam, e claro que na internet fica muito mais fácil dessas pessoas se encontrarem, encontrarem pessoas que curtam coisas parecidas e possam compartilhar imagens e conteúdos desse tipo, então, nesse sentido não há nada horrorizante nesse caso. E se a gente for pensar, inclusive, ampliando essa perspectiva de pensar que quase todos nós, pessoas, temos também nossos esqueletos no armário, então, assim, se a gente for verificar os interesses sexuais, os fetiches, as taras, os comportamentos, coisas que já fez no passado, ou que gostaria de fazer, é claro que se a gente se a gente foi desencavar na profundeza das pessoas, a gente vai encontrar muita coisa grotesca ou bizarra, que os outros olhariam e apontariam o dedo”, diz Henry.

Henry conclui que é consenso e legal, não há nada de errado. Mas Henry destaca que o problema desse caso, foi a ligação entre o Gustavo Scat e o ator, o profissional, que pode ter sua imagem prejudicada por conta do persona que tem fetiches escatológicos.

Redação
Redaçãohttps://www.breaktudo.com/
Notícias da música, televisão, internet e muito mais feitas pela redação do site.
Artigos Relacionados

Recentes