Connect with us

Entrevistas

ENTREVISTA: GEMINI detalha criação de [INSIDE OUT] e revela: “Acho incrível que minha música feita na Coreia do Sul chegue aos ouvintes de fora”

Publicado

on

Reprodução: GEMINI

O BreakTudo teve a honra de conversar com GEMINI, um artista de R&B sul-coreano que está ganhando destaque na industria musical. Ele teve sua estreia em 2020 com o single “Going”.

Antes de seu primeiro lançamento, a voz de GEMINI conseguiu cativar muitas pessoas, principalmente com conta de sua participação em “Champagne Diet”, uma faixa do álbum de compilação de H1GHR MUSIC1, [H1GHR: BLUE TAPE]. Entre grandes artistas como Jay Park e pH-1, GEMINI se destacou por sua voz intrigante.

Depois de ganhar muita atenção e expectativas, GEMINI se tornou o primeiro artista a ingressar no AREA, um selo de hip-hop formado por GroovyRoom, a icônica dupla de produtores que estrelou SHOW ME THE MONEY2 como produtor e jurado. Muitos artistas apontaram que GEMINI é a próxima estrela do R&B a surgir. Recentemente, em  uma entrevista ao HIPHOPLE realizada em março de 2021, Jay Park o mencionou como a próxima estrela do R&B para “ficar de olho”.

Na última semana de novembro, GEMINI lançou seu primeiro EP, [Inside Out]. O título do álbum reflete o artista, uma vez que todas as suas faixas vêm da imaginação do seu mundo interior. Através de [Inside Out], ele retrata um homem na casa dos 20 anos que ansiava pelo amor, perspectiva de seu ego e alter ego.

O álbum apresenta várias outras figuras renomadas do hip-hop, incluindo pH-1 e Kid Milli. Entre as sete faixas do álbum, ele lançou MIA (Feat. CAMO, WOODZ).

Incrivelmente, GEMINI está na capa da playlist “TrenChill K-R&B” no Spotify, e sua música com Seori se encontra no topo da playlist, juntamente com vários outros incríveis artistas.

[Inside Out] conta com 7 faixas, que se encaixam em perfeita harmonia e é finalizado da melhor forma possível. A vibe e as letras podem ser sentidas em qualquer clima durante o dia. Esteja pronto para ouvi-lo.

Nós conversamos com o artista e você pode conferir algumas perguntas abaixo:

Quando foi seu primeiro contato com a música? Você se lembra quais foram os artistas que te influenciaram?

Comecei a lidar com a música sendo um hobby quando tinha 23 anos, e ficou sério aos 25 anos. No começo, quando o gênero R&B ainda não era diversificado, eu escutei muito a música de Chris Brown. Mais tarde, quando o PBR&B derivava do R&B, eu me perdi nesse gênero e me inspirei em artistas como The Weeknd, Miguel e Frank Ocean. 

Recentemente, você trabalhou com Jay Park e GroovyRoom. Quando você teve a ideia de trabalhar juntos novamente na música, quero dizer, nesse conceito?

Desde o início da minha carreira musical, pensei que deveria trabalhar com outros artistas. Percebi que a música é muito mais divertida quando interajo e me conecto com outras pessoas.

 Agora vamos falar sobre o seu novo EP, chamado [Inside Out]. Você poderia nos contar sobre o processo de criação desde o início?

Eu tenho trabalhado constantemente em faixas desde a minha estreia, já que sempre pensei em produzir meu EP. Há três meses, eu estava determinado a lançar um EP este ano, então reuni as faixas em que trabalhei e adicionei algumas novas faixas. Isso acabou levando ao meu primeiro EP, [Inside Out].

Ouvi MIA, seu novo single pré-lançado com CAMO e WOODZ. Durante o processo de criação, algo engraçado aconteceu ou algo que você nunca esquecerá?

 Fiquei viciado no tema de MIA. Eu estava motivado a elaborá-lo de uma maneira intrigante. “ I could become the MIA” (que significa criança perdida” em coreano). Depois de terminar minhas letras, Hwi-Min (do GroovyRoom) recomendou o CAMO para apresentar, e eu disse OK, pois ela se encaixava perfeitamente no clima dessa música. Depois, sugeri trabalhar com WOODZ, pois sua voz faria partes vocais sensuais. Adorei a faixa finalizada e continuei ouvindo várias vezes.

Com qual artista/grupo você gostaria de colaborar?

Quero colaborar com a Baek Ye-Rin. Eu tenho uma faixa pronta para trabalhar com ela!

No futuro, que tipo de novo conceito você gostaria de explorar?

Quero experimentar alguns conceitos retrô. Seria tão divertido trazer o som dos anos 2000 ou 1990 e reinterpretá-lo para a música dos anos 2020.

Há muitas pessoas fora da Coreia ouvindo sua música. O que você acha disso e qual tipo de mensagem você gostaria de passar para eles?

É incrível que minha música feita na Coreia do Sul chegue aos ouvintes fora. Por favor, aguarde meus próximos projetos, pois continuarei fazendo musicas melhores.

Você tem planos de viajar e cantar suas músicas em alguns países? Se sim, quais países você tem em mente?

 Vou fazer uma turnê pela Europa! Estarei me apresentando com artistas da AREA no Reino Unido, França e Amsterdã.

Durante essa entrevista, você estará se conectando com pessoas de todo o mundo, especialmente do Brasil. Você gostaria de dizer algo a eles? Sinta-se à vontade para fazer isso! 

Oi, aqui é GEMINI. Muito obrigado por curtir minha música de longe. Espero que você ame meu EP, [Inside Out]. Este é apenas um aperitivo, então, fique atento ao prato principal que sairá no próximo ano!

 

Essa foi nossa entrevista. Não deixe de seguir o artista nas redes sociais para não perder nenhum lançamento!

InstagramSpotifySoundcloud •  Twitter

Advertisement
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.