Brasil

Em combate ao feminicídio, Bruno Assunção apresenta novidade em Brasília

Engajado na luta em proteção à mulher e visando mudar a realidade do país, o empresário Bruno Assunção, levou a Brasília novidade tecnológica que pretende inovar o botão de pânico. O projeto foi apresentado no último dia 24, a Senadores e Deputados, através de uma empresa de segurança desenvolvedora da função.

 

A ferramenta funciona quando o uso do aplicativo se torna obrigatório no celular da vítima e do agressor. “Pretendemos agregar essa tecnologia. Com essa função a vítima identifica quando agressor está por perto. Quando ele ultrapassa a marca de 500 metros uma rede de proteção é ativada. Desta forma, um alerta é acionado e tanto vítima, quanto amigos e familiares cadastrados no sistema são informados” detalha Bruno que informa ainda que a Polícia Militar também é acionada.

 

O aplicativo também identifica a intenção do agressor. “Caso ele desligue o aparelho ou não carregue consigo é possível identificar. Como por exemplo, através da função que solicita selfies em horários aleatórios, descobre-se que ele esteja com o aparelho”, acrescenta.

 

Atualmente o Brasil ocupa o 5° lugar no ranking dos países em que mais morrem mulheres vítimas de violência.  “A intenção é implementar essa inovação no estado de São Paulo e em outros estados sucessivamente, mudando esse cenário”, conclui.

 

Texto Revisão: Thaise Vieira “RN Assessoria Imprensa”

Foto: Divulgação

Siga nos nas redes sociais

@BREAKTUDOREAL

@BREAKTUDO

@BREAKTUDO

Sobre o autor

Luca Moreira








Siga no Twitter