Internet Notícias

Chocante! Vídeo mostra Guigo Kieras sendo arrastado do meio de foliões por PMs para ser espancado, assista!

Foto (Reprodução/Põe Na Roda)

Como já foi noticiado aqui no BreakTudo, no último sábado (09), o youtuber e cantor Guigo Kieras foi espancado pela polícia em São Paulo e embora não se tenha provas, muitos internautas acreditam que foi homofobia. Guigo publicou fotos dele machucado nas redes sociais e no domingo foi divulgado em uma matéria no fantástico um vídeo, no qual os policiais aparecem espancando covardemente o youtuber. Agora mais vídeo do caso foi divulgado na web.

No novo vídeo que circula pela internet, os policiais aparecem arrancando Guigo do meio da multidão e levando eles para um lugar mais afastado do público para poder espancado.

Guigo fez um post no Instagram contando tudo o que aconteceu, ele disse que estava no bloco da Claudia Leitte, começou a chover e todo mundo se separou para se molharem e Guigo e o amigo João Félix fizeram o mesmo, eles acharam uma marquise onde tinham vários policiais, e foram para lá, só que um PM disse que eles não poderiam ficar lá, então eles andaram para debaixo de umas árvores e lá Guigo e o amigo se abraçaram, foi então que os policiais foram para cima deles dizendo que eles não podiam ficar lá também.

O youtuber então questionou porque eles não poderiam ficar lá, foi aí que os PMs correram atrás deles, batendo com os cassetetes, João foi para um lado e Guigo foi para o outro, Guigo foi para o meio da multidão para não ser agredido, os PMs então o pegaram e arrastaram do meio das pessoas para o levarem para um lugar afastando e cometer o ato de violência. De acordo com Guigo, lá eles chutaram e deram socos nele, além disso o deram um mata leão que o deixou inconsciente.

Confira abaixo o novo vídeo:

Vídeo no qual polícia maltrata Guigo:


Veja o vídeo de Kieras contando tudo ao Põe Na Roda:

Veja o relato de Guigo:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

E assim foi o final do meu bloco neste último sábado. Fui na companhia de alguns amigos no bloco Largadinho, na Barra Funda. Estava muito feliz pois sou fã da Claudia Leitte e tudo estava muito leve e descontraído. Quase no final do circuito, uma chuva muito forte começou, obrigando o público a procurar por abrigo. Tentei com um amigo me abrigar embaixo de uma marquise na Avenida Marques de São Vicente, onde um grupo de policiais militares se protegiam e fomos impedidos, um dos policiais informou que não podíamos ficar ali, sem questionar saímos e andamos mais alguns metros, nos alojando embaixo de uma árvore próxima dessa marquise, onde não havia ninguém e fiquei abraçado com ele para me proteger do frio, nisso um policial começou a gritar dizendo que ali também não podíamos ficar, eu questionei porque não havia motivo aparente para não poder, fomos em seguida perseguidos por 4 a 5 PMs que nos batiam com cassetetes, chegando a me perseguir na rua, me levar a força para uma rua afastada, onde levei socos, chutes e fui desacordado por uma mata-leão. A última coisa que lembro antes de perder a consciência foi de pedir para não morrer, e segundos após acordar, me recordo de pedir pra ir embora. Fui chutado para a rua, onde, sangrando muito pela boca e rosto, saí em busca de ajuda. O que mais me dói não é o que passou comigo, mas é saber que essa é a realidade de milhares de jovens brasileiros, que dependem desses profissionais despreparados e desequilibrados. Precisamos de segurança, de respeito, e, principalmente, de mais amor no coração. Tá difícil…

Uma publicação compartilhada por Guigo Kieras (@guigokieras) em

Notícias sobre:
Curta nossa página e siga-nos no Instagram @breaktudoreal e no Twitter @breaktudo