Connect with us

UpdateChart

Após escorregar e cair, homem fica com projétil de canhão de 17 cm preso no reto.

Publicado

on

Imagem (Reprodução)

Nesta quarta-feira (1), a equipe do Hospital Real de Gloucestershire, na Inglaterra, se viu numa situação um tanto quanto inusitada: um homem se apresentou no pronto-socorro alegando que escorregou e caiu em cima de um projétil de canhão da Segunda Guerra Mundial.

O objeto, que possui 17 cm de comprimento e 6 cm de largura, faz parte de sua coleção de itens militares e, por se tratar de um tipo de artilharia, a equipe que estava realizando o atendimento ficou com medo que a munição explodisse e resolveu chamar o esquadrão antibombas.

O Ministério da Defesa Inglês confirmou que uma equipe do Regimento de Descarte de Artilharia Explosiva foi enviada ao local e a polícia registrou a ocorrência de um “paciente com munição no reto”. “Como acontece com qualquer incidente envolvendo munições, os protocolos de segurança relevantes foram s eguidos para garantir que não houvesse risco para pacientes, funcionários ou visitantes em qualquer momento”, afirmou um porta-voz do Hospital.

O paciente disse que estava fazendo uma faxina quando viu o objeto e o colocou no chão. Logo após, caiu de maneira que o item entrasse em seu ânus. Assustado e com medo, o homem decidiu ir ao pronto-socorro. Um dos integrantes do 11° Regimento de Descarte de Artilharia Explosiva afirmou que, apesar do susto, não havia risco de explosão: “Era um pedaço de chumbo pontudo e grosso, projetado para atravessar um tanque […] basicamente um pedaço de metal inerte, então não havia risco de vida”.

De acordo com o The Sun, o paciente está bem, já teve alta e deve ter uma recuperação rápida. O maior risco do incidente era que o projétil perfurasse seu intestino, o que não aconteceu.

Fonte: The Sun UK e UOL.

Se Liga!  Ainda não nos segue no Instagram? Corre lá, nosso @ é @breaktudosite, voce pode nos seguir também no Twitter @breaktudo e no Facebook BreakTudo, aguardamos você lá.

Advertisement
Clique para comentar