Luca Moreira

Ana Miranda, de Malhação, dirige comédia de época

A atriz Ana Miranda, que vive a avó Margarida, em “Malhação: toda forma de amar”, da TV Globo, assina a direção da comédia ‘O Oráculo’, de Arthur Azevedo, que estreia no dia 07 de agosto, às 21h, no Teatro Vannucci, no Shopping da Gávea, no Rio. O espetáculo foi montado e dirigido, pela primeira vez, por ela, em 2016, durante a defesa da tese final do curso de licenciatura em teatro.

O espetáculo conta a história do advogado Nelson, que recebe conselhos amorosos do Oráculo para saber a melhor forma de como terminar o relacionamento com a sua amante, a viúva Helena. Quando descobre a sua intenção, ela inventa uma traição que o deixa revoltado. “É um texto do século XIX, mas que retrata os comportamentos e hábitos atuais da sociedade. Nessa peça de costumes, Arthur Azevedo demonstra toda a sua habilidade em criar um enredo engraçado, que prende a atenção do espectador, e ainda reelabora elementos da tradição literária”, conta Ana.

“Como é uma peça pequena, para aumentar o tempo de duração, precisei adaptar nas marcações, mas sem mexer no texto original, já que se trata de uma história antiga. Na primeira montagem, o retorno foi maravilhoso e surpreendente porque é difícil fazer uma comédia de época. Agora, com mais recursos, resolvi fazer uma nova, que está muito rica, com cenário e figurino do século XIX, aonde os quatro personagens são os protagonistas. Não tem um maior ou melhor que o outro. Todos são importantes na história”, completa Ana Miranda. No ano passado, ela viveu a Dona Teresa de Jesus, mãe de Martinho da Vila, no espetáculo ‘Martinho da Vila 8.0 | Uma Filosofia de Vida’, em homenagem ao sambista.

Foto: Rodrigo Sampaio

Se Liga!  Ainda não nos segue no Instagram? Corre lá, nosso @ é @breaktudoreal , voce pode nos seguir também no Twitter @breaktudo e no Facebook BreakTudo, aguardamos você lá.

Sobre o autor

Luca Moreira

Luca Rocha Moreira nasceu em Niterói – RJ, no dia 14 de maio de 1998. Descendente de família mineira por parte de mãe, é filho da funcionária pública Lucia Maria Rocha da Silva e do designer gráfico Luiz Carlos Falcão Moreira. Estudou a infância toda em rede particular de ensino e durante o ensino médio, cursou integração com técnico em engenharia naval pela Escola Técnica Estadual Henrique Lage, unidade componente da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro, onde participou de diversos protestos relacionados ao grêmio estudantil.

Enquanto estava cursando a escola, iniciou um curso de interpretação teatral na Oficina Social de Teatro, onde teve seu primeiro contato com as artes cênicas, onde recebeu aulas do ator e professor Alécio Abdon, porém se retirou do curso por motivos de dificuldade em interpretar seus personagens. Ainda no segundo grau, montou uma página no Facebook, onde começou a falar de múltiplos assuntos, entre eles esportes, nutrição e cultura. Em março de 2016 foi descoberto pela produtora teatral Grazi Luz, dona da Fazart Produções Artísticas, quando recebeu seu primeiro convite para ser aprendiz de comunicação da companhia, ainda que com 17 anos.

Seu interesse pelo jornalismo teve início alguns meses após sair da produtora, quando começou a publicar artigos no “Almanaque Mídia” na época comandado por Esdras Ribeiro. Algumas semanas depois do fechamento do portal, foi abordado pelo jornalista brasiliano Daniel Neblina, que o convocou para integrar o time de colunistas do “RegistroPop”, onde despontou como entrevistador-chefe do veículo, foi aí que iniciou sua carreira como jornalista.








Siga no Twitter